Contato

Grandes infraestruturas para a nossa sociedade

Grandes infraestruturas para a nossa sociedade

Túneis da autoestrada Eibar-Vitória (AP-1)

6, 2 km de túneis "austríacos" para salvar o vale do Deva

« Voltar

  • xxxxxxx
  • xxxxxxx
  • xxxxxxx

Selecione outras imagens da obra:

Características gerais

A orografia acidentada do Vale do Deva, por onde passa à estrada Eibar-Vitória (AP-1) obrigou a executar obras de uma complexidade técnica elevada, bem como habilitar numerosas infraestruturas singulares, entre elas um total de 16 túneis, com uma longitude de 10,5 km, dos quais a Galdiano executou 8, com uma longitude de 6,2 km.

Os túneis se executaram pelo método austríaco que consiste basicamente, em colocar um sustento flexível, parafusos guias, concreto projetado e malhas, com o objetivo de que o próprio terreno colabore na estabilidade do túnel. A escavação, por sua vez, se realizou mediante perfuração e explosão, e se executou em duas fases, avanço e destroçamento.

Os túneis executados pela Galdiano foram os de Lezarri (1.220 m), Gallastegi (2.370 m) e Ikastaundi (1.150 m), os três de duplo calçamento. Além disso, na conexão com a Estrada Bilbao-Behobia (A-8) se realizaram 4 túneis de 200m cada um e outro mais, duplo, de 700 m.

 

Você está em:

  1. Página principal /
  2. Linhas de negócio /
  3. Construção civil /
  4. Túneis /
  5. Túneis da autoestrada Eibar-Vitória (AP-1)